Sutiã Brasileiro, Problemas e o Tamanho Perfeito

Disclaimer: this is my first post in portuguese. It is for the brazilian girls, so I wrote it in the best way for them to understand. Later, I plan to translate it to english, but basically it is a post explaining bra sizing to girls who don’t know how it works, comparing brazilian sizes to the proper size fitting and helping them find a bra that fits. 

Muitas mulheres no Brasil sofrem com um mesmo problema: o sutiã do tamanho errado. Embora a maioria delas nem saiba disso, estima-se que cerca de 80% das mulheres do mundo usem um tamanho que não é o seu. Porém, tenho meu foco nos sutiãs brasileiros agora por um simples motivo: é incrivelmente difícil encontrar seu tamanho ideal comprando sutiãs por aqui (a não ser as poucas lojas que são exceção, aquelas que alegam vender o “sutiã perfeito”, como a Hope e a Loungerie, por exemplo).

No Brasil, compra-se sutiã como quem compra uma blusa: 40, 42, 44… o tamanho das costas aumenta e o tamanho do busto aumenta proporcionalmente. Parece simples, até, mas a verdade é que esse sistema não é nada efetivo. Existem mulheres de todas as formas e tamanhos, portanto nada mais justo que sutiãs que caibam nelas, já que poucos milímeros na construção de um alteram perceptivelmente a forma da peça no corpo de quem a usa.

É errado e extremamente triste fazer com que mulheres acreditem que estão erradas por não caberem no molde de um sutiã que é feito para caber somente em uma minoria. Qualquer mulher é dona de um corpo lindo e que deve ser celebrado. Para isso, nada melhor do que roupas que caibam perfeitamente em suas curvas.

O mundo dos sutiãs é cheio de termos, medidas e curvas (claro!), então tentarei explicar mais ou menos como funciona a numeração correta, usada na maioria dos países, e como funciona a numeração normalmente usada aqui. E, claro, como saber se você está usando um sutiã adequado para o seu corpo.

Image

Essa é a caixa toráxica de uma mulher. Para fazer um sutiã, ou vesti-lo, devemos considerar principalmente duas medidas:

1-    O tamanho das costas (exatamente abaixo dos seios)

2-    O tamanho do busto (na parte mais volumosa dos seios)

As medidas das costas são representadas em números (no Brasil: 38, 40, 42, 44…) e as do busto são representadas por letras (A, B, C, D…)

Existe toda uma tabela complicada relacionando a proporcionalidade de cada uma das várias medidas de um molde de sutiã e seu crescimento de um número para o outro, que não faz sentido explicar agora, mas esta informação é importante que você saiba: o tamanho do busto depende do tamanho das costas. Uma taça B não é igual em costas 40 e em costas 44, por exemplo, por causa de uma série de dimensões.

E sim, alguém alguma hora vai te dizer “Pode levar o tamanho 42B ou 44A (por exemplo), eles são iguais!”. Não acredite nessa pessoa. Como você pode notar, são dois tamanhos completamente diferentes, por que essa pessoa pode estar dizendo isso? Acontece que essa tabela de proporcionalidade diz que o aro de metal usado nesses dois tamanhos é o mesmo. Isso não quer dizer que o tamanho das costas seja igual ou que eles tenham as mesmas medidas, de forma alguma. Você deve sempre comprar o tamanho certo, que é o tamanho que te trará conforto e não deformará as linhas naturais do seu corpo (um sutiã errado, a longo prazo, pode levar o tecido dos seus seios para o lugar errado e trazer mais complicações). Esse tamanho pode ser qualquer variação de número e letra.

Os tamanhos mais comuns comercialmente vão do 40 ao 46 ou 48, e as letras de A a D. Isso não quer dizer que você deva estar em um desses tamanhos! Muitas mulheres, mesmo aquelas que são bem magras, se incluem na categoria chamada “Full Bust” (ou, se tiverem as costas largas também, “Plus Size”), que são os sutiãs com taças de tamanhos maiores. Essas categorias geralmente são vendidas separadamente somente por uma questão de construção, já que devem ser feitas de maneira diferenciada dos sutiãs de tamanhos regulares, considerando que quanto maior o tamanho dos seios, mais peso eles têm e mais suporte o sutiã precisa.

 Como funciona a numeração brasileira?

Para evitar mais gastos, os fornecedores e lojistas assumiram, há muito tempo atrás, que poderiam pegar o tamanho “padrão” dos seios usado internacionalmente (padrão esse que era uma medida dos anos 60, que já mudou significativamente por conta de hormônios presentes na alimentação) e vender para todas as brasileiras. O tal “tamanho padrão”, que é usado para o desenvolvimento de moldes que depois terão seu tamanho adaptado, é o 42, que tem seu tamanho de busto como a letra B. Assim, aumentam o tamanho das costas mas mantém o tamanho do busto como a letra B.

Caro, do blog LingerieLesbian, usa o tamanho 34B, ou 42 brasileiro, considerado "padrão". Clicando na foto você confere o (ótimo) blog dela!
Caro, do blog LingerieLesbian, usa o tamanho 34B, ou 42 brasileiro, considerado “padrão”. Clicando na foto você confere o (ótimo) blog dela!

Isso é uma das causas de inúmeros problemas que vão desde o desconforto e a falta de aceitação do próprio corpo por não caber nesse molde até problemas de coluna. Isso por conta de um princípio básico da gravidade, vejam só:

Image

Quando você experimenta um sutiã que aperta seus seios, logo procura um tamanho maior. Mas, no Brasil, isso significa que o tamanho das costas também será maior. Assim, ele sobe nas suas costas quando você ajusta as alças e faz com que você perca boa parte do suporte original do modelo.

Ou, resumindo: ele não cabe em você.

Mas oras, se todos que estudam isso e todos que fazem e compram lá fora sabem disso, porque não é aplicado no Brasil?

Vamos imaginar que a confecção de um sutiã custe 10 reais. Ao produzir um modelo de cada tamanho comercial usado hoje (40 a 48), a empresa gasta 50 reais. Se cada um desses tamanhos for produzido com a variação de busto comercial (A a D), são mais 4 de cada modelo, ou seja, 200 reais. Para quem produz, são mais produtos para se vender, porém mais custos de produção. Para os lojistas, é um risco que deve ser tomado ao se investir na compra inicial dos modelos, que pode significar uma perda de dinheiro. Ou seja é mais caro para todo mundo.

Claro que também será mais caro para você, compradora. Não porque a loja quer “te explorar”, mas porque todos assumem riscos, desenvolvem mais moldes, a produção sai mais cara e os impostos cobrados são enormes. Mas acredite em mim, vale a pena investir para comprar um sutiã que é do seu tamanho.

E, afinal, como saber qual sutiã é do meu tamanho?

Você inicalmente deve ser medida com fita métrica, nas costas e no busto, para que se tenha uma ideia, segundo a tabela, qual seu tamanho. Então experimente esse e experimente outros: um acima, um abaixo… o suficiente para ter certeza. Vale mais a pena experimentar vários e sair com o tamanho certo do que continuar incomodada

Image

Essa parte deve estar bem grudada no corpo, exatamente entre os seios e junto às costelas.

Image

As costas do sutiã devem estar retas e bem justas. Nada de sutiã subindo!

Image

O metal do sutiã não deve ficar no tecido do seu seio, e sim abaixo dele, fazendo exatamente o caminho natural que seu seio faz. Não deixe que te “cutuque” ou incomode de forma alguma!

Ao seguir esses passos, vai conseguir descobrir seu número exato. Anote-o e sempre que for comprar outra peça, experimente outra vez. Além de cada modelo ser diferente do outro, podendo ter diferença de tamanho, mudamos de número rapidamente ao longo da vida – e até mesmo ao longo do mês, por questões hormonais. Considere isso quando for experimentar seu sutiã.

Lembre-se sempre que você é uma pessoa linda que merece se sentir bem dentro do corpo que tem. O mundo precisa de mulheres que se amam e se aceitam, já que esse é o primeiro passo para a sua independência. Usar roupas que parecem ter sido feitas para seu corpo (lindo, por sinal) só te ajudará a amar ainda mais suas curvas, quaisquer que elas sejam. Uma pessoa única merece um sutiã único, e o mais próximo disso é o tamanho ideal.

(Ah, você pode ter uma estimativa do seu tamanho americano e europeu aqui nessa calculadora… depois só converter para o brasileiro, considerando que o 34 americano é o 42 brasileiro: http://www.sophisticatedpair.com/bracalculator.htm)

Advertisements
Sutiã Brasileiro, Problemas e o Tamanho Perfeito

15 thoughts on “Sutiã Brasileiro, Problemas e o Tamanho Perfeito

  1. Ursula Possollo says:

    Lindo o post Manô!
    Super esclarecedor! Sempre tenho problema com os tamanhos, nunca soube direito se a letra era da taça ou das costas. Também tinha ideia de alguns posicionamentos da estrutura, mas nunca soube muito bem, agora vou deixar anotado pra quando eu for comprar não me confundir mais hahahaha. É horrível usar um sutiã que não é do seu tamanho
    Sempre tive problemas com sutiãs brasileiros, por meus seios não serem redondos (da a impressão que aqui eles são moldados em bolas de futebol) ficava sempre sobrando sutiã ou então tinha que comprar tamanhos menores para que eu não corresse o risco de eles aparecerem (mesmo assim continuava um espaço). Quando fui aos estados unidos com 17 anos pela primeira vez comprei um suitã la fora e a sensação era de que eram mãos de anjos segurando meus seios hahaha. Nunca tinha me sentido tão bem usando sutiã.

    1. Obrigada, Ursula!
      É verdade isso sobre os sutiãs brasileiros… as espumas são muito grossas porque sua fabricação é barata, muitas vezes, e cabem muito mal no corpo! Isso é prejudicial pro tecido dos seios 😦 Não é diferente quando temos o tamanho certo? hahaha

    1. Hahaha é muito difícil, mas dá pra encontrar. Mas ainda assim, nat, tem gente que tem (como eu), um “buraco” nessa parte, a costela é mais “afundada” por causa do tipo de corpo (embora eu odeie considerar que as pessoas têm “tipos de corpo”, isso é muito útil pra encontrar problemas e soluções na hora de fazer as peças!). Aí ele nao vai grudar todo no seu corpo, mas tem que estar encostando!

    2. (alias, adoro essas pessoas que usam o marketing “UMA TÉCNICA ÚNICA, INOVADORA, NOVÍSSIMA, SÓ EU TENHO” sendo que o mundo inteiro usa essa técnica há anos ahhahahaha mas bom saber de mais gente que faz!)

  2. Nada de sutiã subindo! Sempre foi meu maior problema…. Acho Loungerie muito caro mas depois dessa acho que vale experimentar 😀
    Aumentar o número de colchetes pra ajustar nas costas não poderia ser uma solução?
    Beijooo

    1. O sutiã subindo é a resposta de quem tem um busto maior que a ltra B, e por isso tem que subir o número do sutiã pra que ele tenha uma taça mais larga. Como as costas aumentam também, você ajustas as alças para que fiquem confortáveis e as costas sobem!

      Nada de acrescentar colchetes nas costas, isso só vai tornar o sutiã mais largo e fazer ele subir mais! O certo seri diminuir o tamanho das costas e aumentar o tamanho do busto, coisa que você só pode fazer com um sutiã que permite essa mudança 😉

      Vai na Loungerie sim! Às vezes eles têm sutiãs mais em conta, mais simples… e te garanto que não são caros, porque preço é algo diferente de valor. Depois de achar seu tamanho ideal, vai ver que o valor de uma peça que cabe em você e te valoriza pelo que você tem vale cada centavo!

  3. Finalmente lembrei de ler esse post, Manô!
    Meus seios são muito pequenos, daí sempre invisto nos que tem bojo. Mas mesmo assim minhas costas doem muito, não sei porque se alguns deles são até grandinhos pro tamanho dos meus seios.
    Enfim, vou começar a provar bastante antes de sair comprando qualquer um só pq é bonito hahaha sou dessas.
    Beijos e muito sucesso pra vc!

    1. Oh, obrigada pela dica! Como eu não uso a calculadora (e essas medidas sempre dão errado pra mim por causa da forma dos meus seios), acabei nem notando. Vou editar e acrescentar a do Sophisticated Pair, que, aproveitando, é um ótimo site pra quem quer comprar sutiãs plus size! 🙂

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s